O Consumismo Exagerado no Casamento

agosto 7, 2017

Falar de casar é muito bom! Organizar uma festa de casamento é melhor ainda!
Mas temos que nos atentar a compulsão exacerbada dos noivos na hora de organizar a festa do casamento.

Esse é o momento que vocês mais importante na vida de um casal, é onde vocês de fato vão começar a se conhecer, onde vão aprender a lidar com escolhas e dinheiro juntos. Veja, não é nada preocupante, basta que vocês tenham sensatez nas escolhas e prezem pela qualidade ao mesmo tempo que saibam controlar a reserva financeira que existe para sua festa!
É, mas ai que está o problema: CONTROLE. Controle é algo que muitas vezes perdemos no momento da organização do casamento… é comum os casos que a lista de convidados estava em 150 pessoas, de repente virou 300; o teto da decoração era X, mas não contavam com a cobertura do gramado porque o mês era chuvoso; o valor da banda era X mas esqueceram de contar com o gerador… etc

Na hora de preparar o casamento consumimos mais que planejamos, primeiro pela inexperiência, e segundo pela ideia ilusória de que quanto mais melhor.
Se seu orçamento é alto, você tem mais tranquilidade para escolher o que terá no seu casamento. Mas se seu teto não for muito alto, então terá que fazer escolhas. E aqui vão algumas dicas na hora de definir o que seu casamento terá:
>É o que se espera de um casamento?
>É muito importante para meu noivo e eu?
>Vai eternizar nosso momento?
>O custo benefício vale a pena?

O que todos querem ver em um casamento são os noivos! Estejam na pista, dancem, vocês quem vão animar seus convidados.
Mas, pode economizar com aquele laser que só serve para machucar os olhos dos convidados, incomodar idosos e crianças. Uma boa iluminação deixa sua festa clean, fina, e ajuda a economizar. Aproveite e economize também com a máquina de fumaça, ou máquina de “estragar as fotos”, esse tempo já passou, o excesso de fumaça só serve mesmo para seus convidados tossirem e as fotos ficarem esbranquiçadas e por vezes, perder imagens que seriam lindas no seu álbum. E você pode economizar também com as plaquinhas, já que o assunto é cortar gastos, as plaquinhas até são legais, mas se precisa economizar, com certeza corta-las não seria uma grande perda!

Ouvimos bastante sobre o mini wedding, (meu preferido aliás), e como ele está ganhando corpo no Brasil. Acho um estilo de casamento muito assertivo. Se você puder, claro, se estiver dentro da sua realidade familiar e pessoal, opte por casar assim, com menos convidados, mais intensidade, mais singularidade, mais intimidade… obvio, isso não é uma regra ou tendência, é só uma opção fina, intimista e elegante para pessoas com facilidade em reduzir a lista de convidados.

Mas se você tem aquela família enorme, um monte de amigos e pessoas importantes e realmente não se encaixa no mini wedding, não peque no essencial para ter também o trivial.

Sirva bem, um bom buffet, (e veja que disse um bom buffet e não um buffet cheio de opções que não fazem parte da sua realidade), e vejam ainda que com isso não quis dizer para optar por pratos do dia a dia, mas lembre-se que O MEIO É A MEDIDA CERTA!

Tenha uma decoração elegante, e elegância não é sinônimo de encher o lugar de flor e vasos enormes, elegância é saber compor o espaço com uma distribuição perfeita de elementos harmônicos.

Ofereça boa música, festa para mim tem que ser alegre, mas lembre-se, sua avó provavelmente estará lá… dispense excessos de efeitos de luz, ou aquele laser… seu casamento não é boate! Nem todo convidado vai à pista, cuide para que a pista não chegue a quem está sentado à mesa.
(reparem a diferença de estilo, vejam como a foto da esquerda é mais fina, e a foto da direita mais pesada)

Sirva bebidas, alcoólicas, mas por favor, lembre-se de novo que o meio é a medida certa. Nenhuma noiva precisa de escândalos desagradáveis por excesso de álcool!

Outra coisa que achei muito interessante, e confesso que na época do meu casamento pensei muito nisso: que lembrancinha dar aos padrinhos??? Resposta: Querida, quem está casando é você, você já vai dar uma festa linda feita com muito carinho. Não se preocupe em gastar mais esse dinheiro!

Fiquem atentas com o que é mais básico. Quando vamos à um casamento esperamos boa comida, bebida e uma festa super divertida.
Não adianta chegar à festa com mil detalhes, como cabine de fotos, escalda pés, intervenção artística, e o buffet estar frio, a bebida ser de segunda qualidade e mal servida, a pista de dança vazia e o som ruim. Se o seu orçamento é enxuto, foque no que é essencial! Menos opções e mais qualidade! Uma boa banda por exemplo, pode tornar sua festa inesquecível para todos.

Decorar com elegância e pouca verba é possível sim!
Detalhes, na maioria das vezes saem super barato e dão um charme especial. A mesa do bolo não precisa ser abarrotada de flores, mas precisa ser fina e elegante. Os docinhos com um envolto bonito dão um up na decoração e custa super barato, livros e peças da casa da vovó podem ajudar na decoração e dar aquele charme vintage. Velas, a luz que ela emite já deixa tudo mais lindo por si só.
Sua criatividade vale muito dinheiro na hora de decorar. E você pode economizar tirando o que não aparece, como aquele carro de luxo que vai te levar do salão de beleza para a igreja, e só você e o cerimonial irão vê-lo, depois terá mais duas ou três fotos nele. O carro é legal, mas se o assunto é cortar gastos, corte o que não aparece!

You Might Also Like

Sem comentários

Deixe uma resposta