Arquivos por mês

maio 2017

15 QUARTOS DE CASAL PARA SE APAIXONAR!

maio 24, 2017

Quando a gente escolhe dividir o quarto com outra pessoa, a primeira coisa que vem a mente é o conforto antes de qualquer coisa, depois a estética e a beleza.

Mas a estética está intimamente ligada ao conforto, você pode usar a decoração a seu favor para se chegar ao conforto desejado, seja na escolha das cores ( já falamos de como as cores podem te influenciar AQUI), seja na escolha dos materiais de acabamento, por exemplo, na escolha de uma cabeceira almofadada para sua cama e/ou  também na escolha de um piso de madeira ( pois tem o toque mais “quente” que o porcelanato).

O que queremos te mostrar é que com poucas mudanças você pode dar mais personalidade na decor do seu quarto, utilizando almofadas, mantas, luminárias , quadros e etc…

Hoje vamos mostrar 15 inspirações de quartos de casal para te inspirar, tem quarto estilo clássico, quarto estilo industrial, quarto clean, quarto mais despojado, tem de vários estilos, cores e gostos, aposto que algum vai ganhar seu coração e te inspirar.

 

 

Make da Noiva, não erre!

maio 22, 2017

Então chegou o momento que você mais esperava: ficar linda para o seu dia de noiva. A beleza da noiva é muito mais do que apenas o cabelo e uma maquiagem. O mais importante é você estar se sentindo linda e confiante e desta maneira as pessoas vão ver em você a felicidade que você está sentindo de estar ali naquele dia.
No meu ponto de vista a beleza da noiva tem que ser de acordo com o que ela está acostumada e se sente bem, por exemplo: se você é o tipo de mulher que está acostumada a passar batom vermelho, seria interessante você passar um batom vermelho ou forte no dia do seu casamento. Mas se você é uma pessoa que não está acostumada com maquiagem muito forte, não é um bom dia pra você se arriscar a fazer tudo diferente.
Você não precisa fazer o que está todo mundo fazendo. Até porque você não vai precisar de muito pra chamar atenção, você já vai ser o centro das atenções. O profissional vai fazer a melhor indicação da tendência de acordo com o que ficar bem pra você.
Para te ajudar resolvi colocar algumas dicas de maquiagem para diferentes tons de pele.

Pele branca: Por ser muito clara, qualquer exagero é notado. Procure utilizar uma pele natural e sem muito pó bronzeador. Nos olhos os tons rosa, marrom bege, smokye eye (preto esfumado) destacam na sua pele. Blush rosa e pêssego são uma boa escolha. E para o batom, eu particularmente adoro um cor de boca não tão claro, mas qualquer tom que você escolher da certo para cor da sua pele.

Pele Parda: Para este tipo de pele os bronzers dão muito certo. Evite tons acinzentados e procure escolher tons dourados, que vão dar vivacidade e destacar na sua pele. No blush o bronze e o vermelho queimado e o coral ficam lindos. Para o batom evite os muito nude ou cores muito frias. Os tons terrosos e rosas queimados vão realçar sua beleza.

Pele Negra: Achar o tom correto da pele negra não é uma tarefa fácil, cuidado na escolha para não ficar avermelhada ou acinzentada. Muitas vezes para encontrar o tom correto temos que misturar alguns tons e produtos. Nos olhos as sombras cintilantes como prata, dourado, cobre e também sombras com brilho realçam o olhar, e as sombras escuras como verde escuro e preto esfumado ficam lindas. Para o blush: cereja, vinho e rosa forte. No batom segue a regra: se o seu olho estiver escuro opte por batons nude com gloss (da cor adequada para sua pele) e se os olhos estiverem claros e delicados, você pode optar por um batom mais forte ou metálico.

Lembrando que o objetivo da maquiagem para as noivas é realçar a sua beleza e aumentar sua confiança e auto estima!

Espero que vocês tenham gostado das dicas.
Pra quem quiser saber mais de maquiagem e cabelo me segue no canal do YouTube: Poly Mariotto e no Instagram @polymariottomakeup

Beijos
Polyana Mariotto

Sustentabilidade e Amamentação!

maio 20, 2017

Nas últimas décadas a tecnologia tem invadido a vida da população mundial. E não foi diferente com a maternidade. A sociedade influencia as famílias desde a forma como criar e educar os filhos, até na alimentação, e propagam tudo que for derivado desta tecnologia como sendo a melhor opção, e que oferecer o máximo de tecnologia e desenvolvimento disponíveis para os filhos é o que trará mais benefícios se comparado ao que é saudável e natural.

Existe sim um caminho tecnológico extremamente a favor de uma vida saudável. Mas é preciso saber onde está a linha muito tênue que define o limite do que faz bem e do que passa a fazer mal. Para saber usar da tecnologia de uma forma saudável é preciso PONDERAR. Ponderar o que ouve, o que lê, o que assiste, o que compra, o que usa… E o que faz de tudo isso que está disponível em qualquer lugar, a qualquer preço, para qualquer pessoa.

Onde tudo isso entra na Maternidade?! Há pouco tempo a sociedade acordou para uma prática que estava sendo usada de forma distorcida:  as cesáreas agendadas. Esta prática foi vista (e ainda é, por algumas pessoas) como uma prática “moderna” e “contemporânea”, e em contrapartida, o parto normal passou a ser “ultrapassado” e “inconveniente”.  E isso acontece também com o uso de leite artificial e alimentos industrializados e processados, que dizem em seus rótulos oferecer tudo que o bebê e a criança precisam. Dando a impressão de que a mãe e os alimentos naturais não são capazes de fazer. Errado! Muito errado! Essas práticas atuais derivadas de um “desenvolvimento tecnológico” além de trazer malefícios para a saúde das crianças (e na vida adulta também), como também não são práticas sustentáveis. Você já parou para pensar nos custos de produção desses alimentos e dos utensílios necessários para utilizá-los? Por exemplo, para oferecer o leite artificial: tem todo o processo de produção do leite, da lata, do rótulo, a mamadeira, o bico, as embalagens… e assim vai. E após o uso, também gera um alto custo com resíduos e descarte, degradação do meio ambiente e diminuição dos recursos naturais do planeta. Nós já conseguimos sentir algumas consequências deste “mau uso” dos recursos naturais. E você já pensou também que será NESTE PLANETA que o seu filho vai crescer e viver?!

Na Semana Mundial de Aleitamento Materno em 2016 o tema abordado foi o desenvolvimento sustentável. Já que com base nos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio, foram criados 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, e, apesar do aleitamento não ser um objetivo específico, é impossível pensar no cumprimento de muitos deles sem o aleitamento materno. (Leia mais em: http://www.ibfan.org.br/site/wp-content/uploads/2016/04/1-A-Semana-Mundial-do-Aleitamento-Materno-2016-traz-um-tema-amplo-e-que-vem-de-encontro-com-a-situacao-atual-do-mundo.pdf)

Sem dúvidas essas tecnologias vieram para suprir necessidades de casos específicos, de crianças em situações especiais. Mas acabaram parecendo ser sempre a melhor opção para todas as crianças. E quem não quer o melhor para o seu filho?! Apenas “parece ser”… Mas não é! Leite artificial é para aquele bebê que não pode ser amamentado no peito, que antes não tinha com o que se alimentar.

Como dizer que algo natural, sem custo algum, produzido a cada minuto, na quantidade e temperatura ideais, com tudo aquilo que o bebê precisa em cada fase do desenvolvimento, e que ainda proporciona vínculo entre mãe e bebê não é o melhor? De forma alguma amamentar é fácil. Sempre é um desafio. Apresenta obstáculos árduos que a mãe e a família precisam vencer. E às vezes não dá certo. E está tudo bem! Mas não podemos mais olhar para latas de leite como a melhor opção, nem como a primeira opção para bebês que têm a oportunidade de serem amamentados no seio materno. Esses artifícios devem ser vistos como solução quando existe um problema ou contraindicação, e não como a melhor e primeira opção.

Além das fórmulas artificiais, é preciso pensar no leite de vaca. Você sabia que o leite humano é espécie-específico? Isso significa que o leite que o humano produz é para humano, para aquele da sua espécie. Então por que oferecer leite da vaca? Deixa este leite para o bezerrinho! *rs…

As recomendações atuais é que a criança seja amamentada exclusivamente no peito até os seis meses, e após a introdução da alimentação, o leite passe a ser um complemento até os 2 anos ou mais. Porque só o leite materno é capaz de ALIMENTAR, NUTRIR, IMUNIZAR e oferecer AMOR em uma coisa só!

Inspirem-se!

maio 15, 2017

Em homenagem ao dia da família, hoje vocês conhecerão uma família linda, que foi muito esperada, e que de tanto esperar, a Clara eu um jeito de antecipar as coisas…

Essa é a história de Roberta e Nélio:

“Nos conhecemos em 2013, num evento bastante inesperado, que trabalhamos juntos.
Eu já tinha decidido casar com ele muito antes do pedido oficial, que foi em junho de 2016.” Conta Roberta ao blog.

O que a Roberta não imaginava é que Nélio também já tinha se decidido…

“O pedido foi maravilhoso, no meio de um café da manhã no parque Frederiskberg Garden, na Dinamarca. Foi a maior surpresa, e eu senti uma das maiores felicidades da vida! Íamos nos casar em maio de 2017…”

E esse casal era tão iluminado, que além de Roberta e Nélio, mais alguém já tinha decidido fazer parte dessa família…

“…mas ganhamos um presente lindo da vida, que foi a vinda da Clara. Então antecipamos para o casamento para e montamos a festa em 50 dias. Nós três: eu, Nélio e Clara.”

É, parece que a decisão do casal foi tão intensa que contagiou o Todo, e tudo conspirou para que o casamento fosse maravilhoso, e logo menos a Clara estará aqui, revendo esse lindo momento que ela ajudou a acontecer!

Cerimonial: Cleiton Guaragni Eventos
Fotografia: Semeghini Gustavo
Filmagem: Panorâmica Filmes
Decoração: Estação Primavera
Espaço: Espaço Loy
Projeção Mapeada: multisolutions tecnologia em eventos
Vestido: Marco Castioni
Bar: Flairs Bartenders
Buffet: RENATO AGUIAR Festas
Orquestra: Orquestra Capelozza – Desde 1996
Doces: Nougatine Doces e Chocolates Gourmet e Marina Magalhães Doces
Bolo: Marcia Junqueira
Making of Noiva: Luminus Cabeleireiros

Véu ou Mantilha? Qual a Diferença?

maio 10, 2017

Por serem bem parecidos, as noivas confundem muito os dois acessórios. A aplicação de renda também engana, pois existe o véu rendado nas bordas, que é diferente da mantilha.
A diferença está no tecido (pois a mantilha é bem mais pesada do que o véu), na colocação (pois o véu se prende mais embaixo e a mantilha no topo da cabeça).

Algumas diferenças entre eles:

VÉU
O uso do véu vem da antiguidade e era usado em casamentos simbolizando a pureza e fidelidade da noiva além de ser o símbolo de passagem da vida de solteira para a vida de casada, por isso na hora da festa a noiva retira o véu, pois nesse momento já é uma senhora casada. O véu é confeccionado em tecido bem leve, geralmente tule, podendo ter acabamento simples, como fitas de cetim ou mais sofisticados como rendas e pedrarias. O que acontece é que muita noiva confunde o véu com acabamento em renda com as mantilhas e são coisas bem diferentes, você vai ver.
Existem diferentes tipos de véu, como por exemplo:

Véu longo ou Catedral (que pode ir de 2 a 5 metros de comprimento)

Véu ponta de dedo (que como o próprio nome já diz, chega até a ponta dos dedos da noiva)

Véu cotovelo ( muito indicado para casamentos diurnos)

Véu ombro (ousado, exige muita atitude e postura da noiva)

MANTILHA
Tem origem hispânica e simboliza pureza e juventude. É bem parecida com o véu, porém é toda de renda ou bordada de forma artesanal, por isso costuma ser mais cara que o véu e também um pouco mais pesada. Usada presa bem no topo da cabeça, esse acessório era usado originalmente na Espanha em renda ou seda, para cobrir as cabaças e ombros e manter a elegância das noivas mesmo no inverno. Pela tradição espanhola, a mantilha tem que ser passada de geração em geração como se fosse uma jóia de família. O ideal é que a renda da mantilha seja a mesma do vestido ou que não tenha renda nenhuma no vestido. No país de origem, vestido e mantilha devem ter a mesma cor.


 

É Possível Amamentar com Mamilo Plano ou Invertido?

maio 7, 2017

Na prática, a amamentação não é tão fácil quanto parece. Cada experiência pode ser diferente da outra e alguns obstáculos podem trazer dificuldade, porém, com ajuda, preparo e informações esses obstáculos podem ser superados.

Existem 4 tipos de mamilos: protuso, plano, pseudoinvertido e invertido e uma das dificuldades encontrada durante a amamentação por algumas mulheres é em relação ao tipo de mamilo. Os mamilos planos e invertidos podem fazer com que o início da amamentação seja um pouco mais difícil, mas de maneira alguma impedem que ela aconteça.

Os chamados mamilos planos não chegam a se sobressair muito em relação à área em volta mais escura do seio (conhecida como aréola) e não se projetam facilmente para fora quando estimulados, o que pode tornar a amamentação um pouco mais difícil.

No caso dos mamilos invertidos, eles se contraem ou se projetam para dentro ao serem estimulados e têm a aparência plana, ligeiramente invertida ou bastante invertida no centro.

Para saber que tipo de mamilo você tem é fácil: com ajuda do dedo indicador e polegar, faça uma espécie de “C” e suavemente aperte a região da aréola. Se seu mamilo não ficar saliente, então ele é plano; caso se volte para dentro, ele é invertido. Os mamilos podem ser ainda curtos (saem pouco para fora) ou pseudoinvertidos (apesar de voltados para dentro, geralmente saem quando estimulados).

Os mamilos plano e invertido podem trazer algumas dificuldades no início da amamentação, por isso a melhor maneira de saber se vai dar certo para você é simplesmente tentar e pedir orientação de um profissional preparado (para seu obstetra, o pediatra do bebê ou ainda um especialista em amamentação), já que não existe mamilo certo ou errado, o sucesso da amamentação vai estar na pega correta do bebê.

Alguns acessórios podem ser utilizados para auxiliar em caso de mulheres com esse tipo de mamilos como as conchas plásticas que são utilizadas para auxiliar a formar o bico no caso de mamilos invertidos, porém elas não são um consenso entre os profissionais da saúde.  Existem ainda os bicos de silicone, sendo indicadas na maioria das vezes, como última opção e por tempo determinado, já que isso pode confundir o bebê que pode se acostumar com o bico de plástico e ter dificuldade para pegar o bico da mãe depois. Muitos especialistas preferem que as mulheres tentem massagear os seios para ajudar no processo. A técnica é conhecida como exercícios de Hoffman. Em todos os casos, o ideal é procurar por orientação de um profissional qualificado para te auxiliar durante esse processo.

Se o mamilo for invertido, de fato, vai dar mais trabalho ao bebê. Mas é importante desmistificar essa ideia de que existe um mamilo certo. Afinal, o recém-nascido não conhece nenhum deles e vai aprender de acordo com o que ensinarmos.

Lembre-se, estimulação excessiva das mamas pode fazer com que o útero se contraia, algo que pode vir a ser perigoso em casos de gravidez de alto risco. Sempre consulte seu médico antes de iniciar qualquer tratamento ou realizar qualquer exercício para mamilos planos ou invertidos.

Vale lembrar que o consenso atual é que não seja necessária nenhuma preparação do peito, mesmo em caso de mamilos invertidos, pois depois que o bebê nasce os próprios hormônios agirão de forma que a amamentação funcione.
Sendo assim, o mais importante para bico plano ou invertido é que aréola esteja bastante macia na hora de começar a mamada, para que o bebê faça a pega direito. Se ela não estiver macia, é preciso fazer uma massagem na mama para aí então segurar o peito em forma de C e coloca-lo na boca do bebê, o mais fundo que conseguir.

Tenha paciência e lembre-se que a amamentação é um processo de aprendizagem que não acontece da noite para o dia.

Existem 2 formas de viver um casamento, qual você quer?

maio 4, 2017

TÊNIS X FRESCOBOL

Depois de muito meditar sobre o assunto, conclui que os casamentos são de dois tipos: há casamentos do tipo tênis e do tipo frescobol. Os casamentos do tipo tênis são uma fonte de raiva e ressentimentos e terminam sempre mal. Os casamentos do tipo frescobol são uma fonte de alegria e têm a chance de vida longa.

Explico-me. Para começar, uma afirmação de Nietzche , com a qual concordo inteiramente. Dizia ele : _”Ao pensar sobre a possibilidade de casamento, cada um deveria fazer a seguinte pergunta : Crê que seria capaz de conversar com prazer com esta pessoa até a sua velhice ?” Tudo o mais no casamento é transitório, mas as relações que desafiam o tempo são aquelas construídas sobre a arte de conversar.

Nos contos das “Mil e uma noites”, Sherazade sabia disso. Sabia que os casamentos baseados nos prazeres da cama são decapitados pela manhã, terminam em separação, pois os prazeres do sexo se esgotam rapidamente, terminam com a morte, como no filme “O Império dos sentidos”. Por isso, quando o sexo já está estava morto na cama, e o amor não mais podia dizer através dele, Sherazade o ressuscitava pela magia da palavra. Começava com uma longa conversa sem fim, que deveria durar mil e uma noites. O sultão se calava e escutava as suas palavras como se fossem música. A música dos sons ou da palavra – é a sexualidade sob a forma da eternidade; é o amor que ressuscita sempre depois de morrer. Há carinhos que se fazem com o corpo e carinhos que se fazem com as palavras. Não é ficar repetindo o tempo todo “eu te amo, eu te amo “.

O tênis é um jogo feroz. Seu objetivo é derrotar o adversário. E a sua derrota se revela no seu erro: o outro foi incapaz de devolver a bola. Joga-se tênis para fazer o outro errar. O bom jogador é aquele que tem a exata noção do ponto fraco do seu adversário, e é justamente para aí que ele vai dirigir a sua cortada – palavra muito sugestiva que indica seu objetivo sádico, que é cortar, interromper, derrotar. O prazer do tênis se encontra, portanto, justamente no momento em que o jogo não pode mais continuar, porque o adversário foi colocado fora do jogo. Termina sempre com a alegria de um e a tristeza do outro.

O frescobol se parece muito com o tênis : dois jogadores, duas raquetes e uma bola. Só que, para o jogo ser bom, é preciso que nenhum dos dois perca. Se a bola veio meio torta, a gente sabe que não foi de propósito e faz o maior esforço do mundo para devolvê-la e não há ninguém derrotado. Aqui ou os dois ganham ou ninguém ganha. E ninguém fica feliz quando o outro erra, pois o que se deseja é que ninguém erre. O erro de um, no frescobol é como ejaculação precoce: um acidente lamentável que não deveria ter acontecido, pois o gostoso mesmo é aquele ir e vir, ir e vir, ir e vir…

E o que errou pede desculpas, e o que provocou o erro se sente culpado. Mas não tem importância: começa-se de novo este delicioso jogo em que ninguém marca pontos. A bola são as nossas fantasias, irrealidade, sonhos sob a forma de palavras. Conversar é ficar batendo sonho para lá , sonho para cá. Sonho para lá, sonho para cá…

 

 

Mas há casais que jogam com os sonhos como se jogassem tênis. Ficam à espera do momento certo para a cortada. O jogo de tênis é assim: recebe-se o sonho do outro para destruí-lo, arrebentá-lo como bolha de sabão. O que busca é ter razão e o que se ganha é o distanciamento. Aqui , quem ganha, sempre perde.

Já no frescobol é diferente. O sonho do outro é um brinquedo que deve ser preservado, pois sabe-se que, se é sonho é coisa delicada, do coração. Assim cresce o amor. Ninguém ganha para que os dois ganhem. E se deseja então, que o outro viva sempre, eternamente, para que o jogo nunca tenha fim…

Rubem Alves.

 

5 Cuidados Para Ter Com o Bebê Durante o Frio

maio 1, 2017

Conforme a temperatura vai caindo, se vestir, sair, tomar banho e outras atividades corriqueiras vão ficando mais complicadas, e para as crianças, o frio traz ainda mais problemas! O corpo das crianças é mais sensível e as defesas ainda não estão bem fortalecidas, por isso o cuidado dos pais é fundamental para a saúde das crianças no inverno, principalmente com os bebês.

O tempo frio exige alguns cuidados especiais, principalmente com bebês menores que um ano. Por isso, trouxemos aqui algumas dicas práticas para cuidar do seu bebê no inverno.

Post 17 (2)

 

  1. Prevenir alergias e infecções respiratórias

Com a chegada do frio, os problemas respiratórios só aumentam. E com os bebês não é diferente. Precisamos ficar atentos a qualquer sinal e sintoma que possam aparecer, mas a prevenção ainda é o melhor remédio. Manter o nariz limpo e desobstruído é fundamental para prevenir esses tipos de problemas respiratórios. O ideal é lavar o nariz do bebê com soro fisiológico 0,9% (0,5 ml em cada narina) sempre que necessário, especialmente antes das mamadas, pois a obstrução do nariz pode atrapalhar a amamentação.

  1. Evite locais fechados e aglomerados e pessoas com sinais de gripe ou resfriado.

O horário menos frio é o mais indicado para dar uma voltinha com o seu bebê. Preferencialmente entre 10 e 17 horas. Evite levar o bebê para locais fechados, pouco arejados e com muita gente, como shoppings, supermercados superlotados e igrejas cheias, ou evite os horários de maior pico.

Se alguém da família estiver com sintomas de gripe, evite o contato com o bebê. Deixe sempre álcool gel na bolsa ou espalhe pela casa para que todo utilizem, e lave bem as mãos sempre que tiver oportunidade. Doenças respiratórias podem ser transmitidas também através do contato.

  1. Cuidados com o banho no frio

O banho do bebê deve ser rápido (não deve demorar mais do que 5 minutos), com a temperatura da água por volta dos 37°C. Verifique sempre a temperatura da água antes de começar a dar banho ao bebê.

Se necessário, aqueça o ambiente antes de retirar a roupa do bebê e feche a porta para evitar correntes de ar. Antes do banho, prepare tudo o que vai precisar (toalha, produtos de higiene, fralda, roupa, etc.) e coloque no local onde vai vestir o bebê.

  1. Como vestir o bebê durante o frio

Vista o bebê com a mesma quantidade de roupa com que estiver vestido, pois tudo depende da temperatura do ambiente, mas deve-se lembrar de que as mãos e os pés estão habitualmente mais frios, logo, para saber se está corretamente agasalhado, coloque a mão no tronco, no pescoço ou na nuca e acrescente ou retire os agasalhos se necessário.

Como os bebês perdem muito calor pelas extremidades, proteja a cabeça, as mãos e os pés. Se o bebê transpirar ou mostrar-se mais irritado pode estar com calor, por isso vá retirando as peças de roupa até o bebê se sentir confortável. Cuidado com exageros!

  1. Cuidados com a hora de dormir

O bebê estar aquecido na hora de dormir é muito importante. O vista em camadas colocando, por exemplo, um body, o pagão e um pijama bem quentinho. É fundamental lembrar que o ideal é não cobrir o bebê exageradamente e nem deixar por perto nenhum cobertor muito pesado, de forma a evitar sufocamentos. Em dias mais frios, prefira colocar mais roupas do que cobertas.

Post 17 (6)

 

Seu bebê vai nascer no frio?! Não sabe como planejar o enxoval para receber seu pequeno nesta época? Saiba mais sobre planejamento personalizado do enxoval com a BabyCoach – Baby Planner!

www.babycoach.com.br

BABY COACH