Arquivos por mês

maio 2016

Mini Wedding

maio 30, 2016

Certamente você já deve ter lido ou ouvido algo sobre minicasamentos, também chamados de “mini weddings” (ou “small weddings”). Mas o que é um minicasamento? Será que é uma boa opção para economizar no evento?

Basicamente, mini weddings são casamentos mais intimistas, com número reduzido de convidados (algo entre 50 e 100). É ideal para noivos com famílias pequenas e círculos de amizades mais fechados. Mas não confunda: um minicasamento nem sempre é sinônimo de evento econômico. É mais uma questão de perfil e estilo dos noivos. Até mesmo casais ricos e famosos estão trocando as grandes festas por eventos mais reservados.

Com menos convidados é possível caprichar mais na recepção, escolhendo um lugar mais gostoso, um buffet mais saboroso, lembrancinhas melhores, etc. O mais importante é que os noivos pensem bem antes de definir se seu casamento será normal ou mini pois, durante os preparativos, pode ficar muito difícil mudar de ideia.

Um mini wedding pode ser muito mais intenso e emocionante, porquê as pessoas que ali estão são pessoas que realmente se importam com o casal e que importa para o casal, portanto curta ao máximo essa intensidade e intimidade ímpar que o mini wedding proporciona.

O primeiro passo é montar a lista de convidados. É ela quem vai “dizer” qual o melhor formato de casamento. Para um minicasamento o ideal é convidar as pessoas mais próximas do casal, aquelas que realmente estão felizes por essa união e que estarão presentes na nova vida. Familiares, amigos íntimos, colegas de longa data. Se a lista começar a crescer muito e não der para cortar ninguém, esqueça! É melhor planejar um casamento tradicional.

Principais Diferenças

Definida a lista de convidados, o restante do check-list e da agenda segue um padrão semelhante ao dos casamentos tradicionais, apenas com algumas ressalvas:

  1. O lugar tem que ser pequeno e aconchegante, equivalente à quantidade de convidados. Espaços muito grandes vão dar aquela impressão de vazio e tirar o clima de confraternização esperado. Pode ser a casa de um dos familiares, um buffet, o salão de uma igreja, um pequeno sítio, um restaurante charmoso etc. Confira se a cerimônia e a festa poderão ser no mesmo lugar ou próximos.
  2. Nada de economizar no buffet. Pelo contrário: aproveite a menor quantidade para aumentar a qualidade, servir um cardápio mais elaborado, melhores bebidas, etc. afinal quem estará no evento são as pessoas mais importantes da sua vida.
  3. A equipe de foto e filmagem tem que ser de primeira também. Negocie o preço levando em consideração apenas que precisará de uma equipe menor de fotógrafos e cinegrafistas. Siga todas as regras para a contratação de uma boa empresa, até porque o evento é menor mas não menos importante.
  4. O estilo também pode ser diferente: fica mais fácil personalizar e deixar o evento com a sua cara: decoração,convites, lembrancinhas, tudo pode ter um toque pessoal, fugindo um pouco – ou muito – do tradicional. Só não vale é ficar com jeito de improviso ou descuido.
  5. O orçamento vai ser diferente nos itens que estão relacionados à quantidade, como flores, convites, lembrancinhas,cardápio, etc. Porém, como foi dito, muitas vezes a quantidade poderá ser compensada pela qualidade. Então nada de cortar convidados e forçar um minicasamento apenas para economizar. Isso poderá gerar problemas com a família.
  6. Nada de informalidade na hora de escolher empresas e serviços para o seu evento. Tudo o que for acertado deve ser colocado em contrato. Pois, até mesmo um minicasamento pode trazer grandes dores de cabeça.

Mini, normal ou mega, não importa! O essencial é que o seu casamento fique marcado na história da sua vida como o Grande Dia em que você realizou o sonho de se unir à pessoa que ama e construir uma família feliz.

(texto original: Guia de casamentos)

Casamento Diurno

maio 25, 2016

É cada vez mais comum presenciarmos festas de casamento que procuram fugir do tradicional, trazendo um charme todo especial e um toque a mais de romantismo às cerimonias. Além claro, de surpreender os convidados com ideias pra lá de ousadas e criativas.
Por isso, se vocês gostam de inovar e estão planejando uma festa diferente, saibam que casar durante o dia é um dos estilos que mais permite flexibilidade na hora de organizar um evento. Além disso a festa diurna traz uma grande vantagem para quem está com o orçamento apertado: explora ao máximo os recursos naturais como a luz do ambiente e a paisagem do local.
Mas casar de dia não é para todas as noivas, um casamento diurno foge um pouco do sonho de princesa de muitas noivinhas, e é preciso ter cuidado na escolha do vestido, evitar excesso de brilho e volume, pede também uma maquiagem mais delicada e uma decoração mais natural. Evitar arranjos altos e segurar um pouco as comidas fortes, também são bons conselhos. Um casamento diurno tem lá suas exigências, pede um casal mais desprendido de certos padrões e não muito clássicos.
Nesses casamentos geralmente o número de convidados é menor que em um casamento noturno, outro fator que ajuda no orçamento, isso porquê a maioria dos casais que optam por um casamento diurno já tem um perfil mais intimista.

Os convidados mais velhos e famílias om crianças vão adorar poder curtir a festa até o fim. Mas tem que ficar atento, um casamento diurno requer cuidados especiais, e aqui vão algumas dicas:

VESTIDO DA NOIVA: Opte por um tecido fluido, rendas e bordados delicados são bem vindos, mas evite pedras e exageros. Guipir é uma boa pedida e dá para fazer um vestido sobreposto com ele, ousado e delicado ao mesmo tempo. A luz do dia já tem muito densidade procure suavizar o brando do vestido, tente um off white. Pode ter véu, pode ter cauda pode ter mantilha, pode ter tudo, só não pode ter excesso! Evite muito tule, afim de diminuir o volume. Uma mantilha de renda seria lindo! Converse com a sua estilista, e se o casamento foi mais no fim da tarde, tente achar um equilíbrio entre o delicado e o brilho ou pedrarias.

CERIMONIA: O ponto aqui é, marque um horário que dê para descansar bastante e fazer o cabelo e maquiagem com calma, evite marcar antes das 10 da manhã. Outro ponto delicado é o sol, quando o espaço é aberto, e geralmente para esse estilo é aberto, vale a pena oferecer leques para os convidados, também deve ser evitado o sol a pino, 12 e 13 horas são horários críticos até para o registro, para foto nem tanto pois  flash compensa, mas no vídeo esse sol deixa sombras muito marcadas nas pessoas. E o horário do por do sol…ahhh, esse é lindo, e o mais requisitado, até por encaminhar a festa para a noite, mas tem que ser pontual, esse horário a luz muda com muita rapidez.

ESPAÇOS: Locais a céu aberto com gramados e plantas são lindos, mas cuidado, evite meses chuvosos e sempre tenha um plano B. Procure locais que oferecem ambas opções, um belo gramado e um salão coberto. Se o espaço que você escolheu não dispor de área coberta, ou você quiser mesmo usar só o gramado, use cobertura (cobertura total ou só no espaço da festa). E assim, se chover tem como mudar os planos rapidamente sem perder a beleza da natureza. Um ponto importante de ressaltar aqui são os mosquitos e pernilongos… fiquem atentos se o local é muito requisitado por nossos amiguinhos de asas, caso seja, deixe um repelente no banheiro para os convidados e procure decorações com plantas repelentes. A natureza te dá varias saídas lindas para esse probleminha, lavanda e manjericão, por exemplo, são repelentes naturais e lindos para decoração diurna!

D - 073

D - 053
D - 009

D - 008           D - 001

D - 004

 

 

 

créditos das imagens Gustavo Semeghini

 

 

 

 

 

 

 

A Consultoria de Imagem – o autoconhecimento que vira Sonho

maio 23, 2016

Você quer saber como a consultoria de imagem pode te ajudar no dia do SIM e em todos os outros dias também?

“A Consultoria de Imagem e Estilo é um trabalho que se baseia em autoconhecimento. Cada individuo se particulariza com suas motivações, ambições, sonhos e realidades. Costumo falar, que na consultoria a pessoa vai pensar e refletir sobre coisas ou situações que, atualmente, não tem tempo para pensar! É um trabalho que começa de dentro para fora. Trabalhamos o corpo na roupa e não a roupa no corpo.

Importa saber o que a pessoa pensa de si mesma, o que ela acha que os outros pensam dela, como ela se vê e como gostaria de se ver…..e o que gostaria de mudar, e porquê…e no meio de tantos e…., conseguimos chegar à essência de cada um – O que nos move, nos motiva, nos faz sentir seguros, credíveis e próximos do outro. É um estudo profundo do “eu” interior, que nos indica qual o principal caminho a tomar durante as primeiras fases da consultoria.

Mas o ser humano se completa com o que é visível – a nossa imagem , a 1ª Impressão. Sabe-se que “ninguém tem uma segunda oportunidade de causar uma primeira boa impressão”. Estudos atestam que são necessários somente 3 segundos, para a formação da Primeira Impressão, onde  os principais factores que influenciam na formação da imagem são: a Visão (conjunto da imagem) do primeiro impacto com maior destaque, depois o tom da voz , a adequação das palavras utilizadas e por último a linguagem corporal. Então, é interessante trabalhar a imagem. Não pelo aspecto fútil, mas sim pela forma como interagimos com os outros, quer profissional quer socialmente.

Para trabalhar a parte externa, são  aplicadas diversas técnicas, onde se estuda o tipo físico, traços do rosto e cores que mais harmonizam todo o perfil.

Importa na parte visível, que ela seja a tradução mais fiel de todas os sentimentos e emoções existentes na parte invisível. Importa que a comunicação feita pelo corpo, através de elementos visuais ( roupa, acessórios, maquiagem e cabelo) represente claramente o que vai dentro de cada um.

 

E quando falamos de casamento? Noiva? Tantas dúvidas e indecisões! A consultoria de imagem trabalha todo o Sonho e ajuda a definir, juntamente com a noiva, todos os elementos que harmonizam o perfil…e o Sonho! Com base em diversas técnicas, é um trabalho onde o pormenor e a vontade da noiva, são os aspectos essenciais. Desde uma conversa, passando na prova de vestidos, sapatos e acessórios, chegando ao cabeleireiro! Depois de analisar, é momento de decidir para que no dia não haja surpresas …..esse é o trabalho do Consultor de Imagem. Trabalho que me identifico em absoluto….onde o “eu” maior é o interior, que treinado, conjuga em perfeita harmonia com o “eu” exterior!

E no final do processo, a reação no espelho é naturalmente fantástica. A pessoa se reconhece, se vê no seu sonho com toda a sua essência… porque simplesmente se descobriu e se permitiu!”


Consultoria de imagem e estilo Rafaela Mendes

Não percam o SAVE THE WEDDING DRESS!

Realização: Danila D’Almeida e Rafaela Mendes

Apoio: Vin Import   Leninha Ennes   Delore Bem Casados   Andrea Bolos   Le Chemin   Jardins de Mari   Renata Adrina  Petit Maison  Arte Luz  Sequoia   Couro Corum  Gisele Zu   Nilza Morais  Piramidal   Soneto  Vip Valet  Odara  Comprometidas   Rochedo  Review  Hold  Inovar Festas  Murilo Corte   Enlaçados  Analu Ballestero  Cris Rozzini

Para as Mamães

maio 17, 2016

O Enlaçados não para de te acompanhar depois do SIM! Queremos você sempre conosco, e se você já está na maravilhosa fase do bebê, vale a pena participar do Forum Nacional de Pais e Filhos, com a participação da Super Nanny.
Participe do sorteio na nossa página do facebook https://www.facebook.com/programaenlacados/?fref=ts, serão 5 convites sorteados por nós!

SORTEIO
A Super Nanny estará em Ribeirão Preto neste sábado (21/5) e nós vamos presentear 05 (cinco) sortudas com cortesias para o evento, que tem apoio do Enlaçados. Cris Poli, a Super Nanny, falar sobre “A Arte de Educar com Amor e Limites.” O 1º Fórum Nacional de Pais e Filhos acontece no UCI do RibeirãoShopping e terá mais duas palestras super bacanas: a da Dra. Luciana Herrera, da Aninhare, sobre cuidados nos primeiros 1000 dias de vida do bebê, e a da fotógrafa Danielle Castro, da Pé de Foto Estudio, com dicas para fotografar momentos únicos da infância dos filhos.
Para participar, é só curtir a nossa fan page (https://www.facebook.com/programaenlacados/?fref=ts), compartilhar este post e escrever “EU QUERO” nos comentários.
O resultado será divulgado às 19h, de quarta. A programação do evento completa está em meumenino.com.br/forum/

enlacados

Vídeo de Casamento? Panorâmica Filmes

maio 14, 2016

A Panorâmica Filmes é uma empresa focada em casamentos. Com um toque vintage, transforma com seu olhar único a recordação do seu momento em um filme que realmente transmite as emoções do dia. Trabalhando de forma exclusiva, a equipe acompanha o casal e desde o making of até o final da festa.
“Acreditamos que é necessário viver essa emoção com o casal, sentir o momento que foi mais animado, o que foi mais emocionante, o que causou mais lágrimas ou risos; para depois, na edição, conseguirmos captar essas emoções e eterniza-las no vídeo.”
“Fazer um vídeo de casamento envolve mais do que gravar e editar imagens. O vídeo começa quando o cliente chega pela primeira vez no escritório e rola uma troca de energia, uma reciprocidade entre esse casal e nós. Captar e editar imagens é muito simples, mas para conseguir imprimir para sempre a emoção daquele dia em um vídeo, precisamos de muito mais que captar imagens, precisamos que o casal nos permita ver sua alma, seus sentimentos, precisamos enxergar o sorriso por trás da lágrima da mãe que entrega sua filha ao marido, enxergar o voto de confiança que existe no aperto de mãos dos sogros, enxergar a energia que vibra no momento do ‘sim’, a alegria que está presente na festa que celebra a união de duas famílias. E poder dividir e registrar esse momento tão singular é um presente incrível, nada me emociona tanto quanto os cumprimentos dos pais e padrinho depois da cerimonia, sentir que ali foi concretizado um sonho e ver o quanto as pessoas estão felizes por isso, é maravilhoso!”

https://www.facebook.com/panoramicafilmes/?fref=ts

 

Convite de Casamento – História e Evolução

maio 9, 2016

Antes da invenção da imprensa com tipos móveis, por Gutenberg (1447) os casamentos na Inglaterra eram tipicamente anunciados por meio do Pregoeiro: um homem que andava pelas ruas anunciando em voz alta as notícias do dia e comunicados oficiais. A princípio, qualquer um que estivesse ao alcance da voz do pregoeiro poderia fazer parte da celebração! Durante a Idade Média – época em que o analfabetismo era generalizado – a prática de enviar convites de casamento escritos surgiu entre a nobreza. As famílias ricas contratavam monges, hábeis na arte da caligrafia, para confeccionar seus comunicados. Esses documentos muitas vezes levavam o brasão das armas ou o timbre pessoal do remetente e eram selados com cera para garantir sua autenticidade e inviolabilidade.

Por volta de 1600 , apesar do surgimento da imprensa, as técnicas simples de impressão da época, em que a tinta era simplesmente carimbada no papel usando tipos de chumbo, produziam resultados considerados muito pobres para os convites de alta classe. No entanto, a tradição de anunciar casamentos no jornal se estabeleceu neste período. Em 1642, a invenção da gravura em chapa de metal (ou mezzotint), por Ludwig von Siegen, colocou convites de casamento de maior qualidade ao alcance da classe média emergente. A gravura exigia que um artesão marcasse o texto invertido, à mão, em uma placa de metal, usando uma ferramenta de escultura. A placa era então usada para imprimir o convite. Os convites gravados eram protegidos de manchas por uma folha de papel de seda colocado em cima, uma tradição que permanece até hoje. Na época, a confecção de convites de casamento era mais elaborada – e trabalhosa – que hoje. Normalmente, o nome de cada convidado era impresso individualmente no convite.

Apesar das dificuldades, mais e mais casais adotavam a prática de enviar convites impressos personalizados, de forma a controlar melhor a quantidade e a origem dos convidados do casamento, tornando o evento cada vez mais privativo e familiar.

Após a invenção da litografia por Alois Senefelder, em 1798, tornou-se possível a produção com tinta bastante nítida, sem a necessidade de gravação. Isso abriu o caminho para o surgimento de um verdadeiro mercado de convites de casamento em massa. No entanto, os convites ainda eram entregues em mãos e a cavalo, devido à falta de confiabilidade do sistema postal nascente. Um “envelope duplo” era usado para proteger o convite de danos a caminho de seu destinatário. Esse costume se mantém até hoje, apesar dos avanços em termos de confiabilidade postal.

Hoje as origens da impressão comercial da chamada “papelaria fina do casamento” pode ser atribuída ao período imediatamente após a Segunda Guerra Mundial (1939 – 1945), onde uma combinação de democracia com um rápido crescimento industrial deu ao “homem comum” a capacidade de imitar os estilos de vida e o materialismo da elite. Nessa época, figuras proeminentes da sociedade, como Amy Vanderbilt e Emily Post, surgiram para aconselhar homens e mulheres sobre etiqueta e boas maneiras. O crescimento no uso de papelaria do casamento foi também impulsionado pelo desenvolvimento da impressão termográfica. Embora não tendo a delicadeza e nitidez da gravura, a termografia é um método mais barato de conseguir letras em relevo. Esta técnica produz letras claras, em relevo, sem afetar a superfície do papel (como no caso da gravura tradicional). Dessa forma, convites de casamento, impressos ou gravados, finalmente tornaram-se acessíveis para todos.

Hoje, temos várias formas de convidar carinhosa e originalmente as pessoas queridas para o casamento, sem usar papel ou tinta! Veja como o casal Dani e Breno foram ousados e divertidos ao convidarem seus amigos e parentes para o SIM!

 

Doce Tradição

maio 2, 2016

O bem-casado é um doce popular em Portugal e no Brasil, principalmente nas festas de casamento, com mais de 100 anos de existência. Além do sabor bastante doce, destaca-se pela atenção dada à elaboração das embalagens com que são produzidos, feitas geralmente de papel crepom e fitas de cetim. Dizem que o bem-casado é servido no final das festas de casamento para trazer sorte e prosperidade aos noivos recém casados. Simbolizando assim a união e o compromisso mútuo entre os pares. O bem-casado é um doce bastante peculiar. A massa é muito macia, o recheio é normalmente de doce de leite ou baba de moça. Após longos anos este doce acabou se tornando algo tradicional nas festas de casamento. O bem casado é um doce lusitano que espalhou-se também para o Brasil com a colonização e é comum nos dois países até os tempos atuais. A diferença básica entre o casadinho português e o bem-casado brasileiro é a textura da receita portuguesa, mais densa. Ambos são descendentes indiretos do multicentenário alfajor árabe. Sua aparência lembra muito o Macarons.

Além de ótimas lembranças para os convidados, a simbologia do bem casado é muito linda, já repararam que o doce trata-se de duas partes saborosas, mas que ficam muito melhor quando unidas e seladas através de um creme doce e incrível que consegue transformar as partes já muito boas em algo sublime? Reparem que o casamento é o bem casado, duas pessoas que já bem intencionadas unem-se seladas pelo amor!
53 0318