Quarto compartilhado (menina + menino)

novembro 9, 2017

Com o surgimento de apartamentos cada vez menores e o crescimento da família, está cada vez mais comum que os irmãos (menino e menina) tenham que dividir quartos.

E quando surge esta necessidade os pais ficam cheios de dúvidas de como decorar o quarto para que atenda as necessidades dos irmãos de sexo diferente e até  idades diferentes, por isso hoje vamos mostrar algumas inspirações e dicas de como deixar o quarto dos seus filhos o mais aconchegante possível.

Dicas:

  • Quanto menor o quarto opte por móveis planejados para que se possa aproveitar o espaço.
  • Opte por uma base neutra nas paredes ( branco, cinza…) e utilize os acessórios como roupas de cama, almofadas, adesivos na parede, quadros, nichos e etc.. para dar a personalidade do quarto.
  • Evite pintar cada lado de uma cor isto faz com que o quarto pareça menor.

Soninho do bebê: Como acontece?

outubro 31, 2017

Os bebês também sonham! Sonham mais do que imaginamos! Também passam por fases de sono leve e sono profundo, assim como os adultos!

Os bebês necessitam de mais horas de sono por dia, e cada ciclo de sono dura cerca de 50 a 60 minutos até os 3 meses, quando o ciclo passa a ser de mais ou menos 1 hora e meia, como nos adultos.

Adultos e bebês normalmente têm, em média, cinco ciclos de sono por noite, nos quais é na etapa chama REM (rapid eye movement, ou movimento rápido dos olhos) em que geralmente acontecem os sonhos!

A fase REM do bebê é considerada a fase ativa do sono, sono leve, na qual despertam mais facilmente, apresentam movimentos rápidos dos olhos, movimentos corporais e até vocalizações.  Lembrem-se: é nesta fase que eles podem estar tendo lindos sonhos! O bebê aprende de forma intensa diariamente. O cérebro do bebê é como uma esponjinha, absorve muitas informações, o tempo todo! Eles têm mesmo muito que sonhar…

Já na fase do sono tranquilo, o bebê parece mais calmo, está numa fase de sono profundo, sendo mais difícil ser despertado.

Bom, o ciclo de sono do bebê é mais simples, e se repete várias vezes por noite. Por isso o bebê pode despertar várias vezes e logo voltar a dormir.

Conforme o bebê cresce vai se adaptando a blocos de sono maiores e se aproximando a um ciclo de sono mais parecido com o do adulto. Cada bebê tem um tempo para estabelecer uma rotina de sono, e isso depende bastante da rotina da família.

O sono é uma necessidade vital, e assim como hábitos alimentares, é preciso direcionar o bebê desde o nascimento a ter bons hábitos de sono.

Decoração minimalista e atemporal: Estilo Escandinavo

outubro 24, 2017

A decoração no estilo escandinavo virou tendência devido a sua simplicidade, praticidade e seu minimalismo.

É um estilo aconchegante, que possui uma atmosfera despojada ,acolhedora e ao mesmo tempo sofisticada, composta basicamente por formas simples, cores neutras, espaços claros e amplos e linhas retas. Uma mistura de funcionalidade e sofisticação e do tradicional com o contemporâneo.

Origem:
Atribuído ao desenhista Carlo Larsson, o estilo tem origens na Dinamarca, na Suécia, Noruega e na Finlândia e surgiu no início do século XX e traz peças e materiais de artesanato dessas regiões europeias.

Inspire-se com algumas referências:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

COMO AJUDAR NA AMAMENTAÇÃO

outubro 19, 2017

 A gente não se cansa de falar sobre a importância do aleitamento materno para a saúde da mãe e, principalmente, do bebê. Esse ato de amor ultrapassa os benefícios do contato mãe e filho e influencia diretamente na saúde do pequeno, fortalecendo a imunidade, combatendo a anemia e reduzindo consideravelmente as taxas de mortalidade infantil.

Mas para que a amamentação aconteça de forma saudável é preciso ressaltar alguns aspectos que beneficiam o aleitamento e os que deve ser evitado ao longo da amamentação.

Vamos lá!

A mamãe saudável produz mais leite.

A boa alimentação é essencial para que o leite transmita ao bebê os nutrientes necessários. São eles que auxiliaram no fortalecimento das defesas imunológicas do bebê, prevenindo infecções e preparando-o para o mundo externo. Por isso, a dieta da mamãe deve ser equilibrada, com aproximadamente 2500 calorias/dia, rica em ferro, cálcio e proteínas. A ingestão de aproximadamente 2000ml de água por dia, também é essencial para a mamãe e para o bebê!

O leite da mãe pode ser rico em vitamina D

A suplementação de vitamina D deve ser iniciada na gestação pela mãe e continuar inclusive e principalmente na fase da amamentação. O Ministério da Saúde criou a portaria N° 451 que inclui a vitamina nas diretrizes terapêuticas essenciais para o desenvolvimento do bebê e criança, alertando para o uso de 400 UI /dia desde o primeiro mês e até a adolescência, para evitar o raquitismo. De acordo com pesquisadores a suplementação materna diária com doses adequadas de vitamina D3 é saudável e uma alternativa para a suplementação direta de bebês que amamentam.

Evite o álcool e consuma café com moderação

Além de boa alimentação e suplementação de vitaminas, a mãe deve evitar bebidas alcoólicas e consumir café com moderação. Em excesso, o álcool altera o sabor do leite e o café afeta o sono do bebê. Também fique atenta aos alimentos, como: amendoim, castanhas e frutos do mar, que podem causar/ desenvolver alergia nos pequenos.

Os benefícios para as mamães que amamentam são inúmeros!

A amamentação não é benéfica só para o bebê, ela também traz inúmeros benefícios às mamães. Com o aleitamento há redução na incidência de câncer de mama, ovário, útero, osteoporose, doenças cardíacas e diabetes e ainda ajuda na recuperação do peso adquirido durante a gestação.

Agora mamães, vamos seguir essas dicas que podem ajudar durante a amamentação!

D.I.Y ESPELHO ADNET

outubro 4, 2017

Algumas semanas atrás falamos aqui do Espelho Adnet que está sendo um frisson nas decorações por aí, por ser uma peça muito versátil (porém muito cara).

Mas estamos aqui para descomplicar e dizer que com materiais bastante baratos e um pouco de jeito você pode ter um Espelho Adnet na sua casa e nós vamos te mostrar como , anota ai:

Materiais

1 espelho redondo

3 cintos de couro

1 forma de pizza

Alicate rebitador

Martelo

Furador

Super cola

Grampos

Passo a passo :

DICA: Você pode utilizar Tinta Spray para metais para colorir seu espelho!!!

Tendência : Espelho Adnet na decoração

setembro 13, 2017

Ultimamente tenho visto em diversos perfis do Instagram e Pinterest salas, quartos, banheiros e etc… decorados  com um espelho redondo pendurado por um tipo de cinto, este espelho foi criado em 1946 pelo designer, arquiteto e decorador modernista francês Jacques Adnet, esta peça foi inspirada no trabalho que ele fazia para a marca Hermès.

O espelho original atualmente é vendido pela Gubi e é uma peça com valor bastante alto, mas você encontra inspirações mais acessíveis pela internet a fora.

Algumas Inspirações:

 

Por que o bebê está chorando?!

setembro 5, 2017

O choro dos bebês, muitas vezes, deixam os pais enlouquecidos! Isso porque pode ser muito difícil saber o motivo pelo qual o bebê está chorando. Até aprender a falar ou comunicar algumas coisas através de mímicas, a única forma que o bebê tem se se expressar é através do choro. É a única forma dele dizer que está com fome, com sono, com dor, com fralda suja, cansado ou irritado. O choro pode ser forte, estridente ou apenas um resmungo. E cada um desses choros pode ter um significado diferente e indicar a melhor forma de resolver a solicitação do bebê.

Existem algumas dicas para reconhecer a “mensagem” que o bebê tenta passar com cada choro, mas com o tempo os pais começam a se entender melhor com o bebê e reconhecem essas “mensagens” com mais facilidade. É preciso ter muita calma e paciência para não perder o controle.

FOME – antes de chorar pra valer o bebê costuma dar sinais de que está com fome, sugando a mão ou os dedos, e abrindo e fechando as mãos. Normalmente o choro começa curto e ritmado, e vai se intensificando.

CANSAÇO – você já deve ter ouvido falar que o bebê luta conta o sono, e isso acaba causando um choro irritado, nervoso, com pálpebras vermelhas e inchadas.

CÓLICA – O choro que responde à cólica parece inconsolável, alto, intenso, agudo e prolongado, deixa o bebê irritado, inquieto e desconfortável.

DENTINHOS – quando os dentinhos começam a nascer, entre 7 e 12 meses, o bebê fica rabugento e resmunga bastante. Durante o choro devido ao desconforto do nascimento dos dentes o bebê leva bastante as mãos na boca e saliva mais.

CARÊNCIA ou INSEGURANÇA – o bebê expressa sua vontade de ganhar um “mimo” através de um chorinho bem manhoso. Use e abuse dos colinhos.

DOR – quando o bebê sente um desconforto ou dor ele normalmente leva a mão ao local da dor, e o choro pode variar de um resmungo, um incômodo até um choro alto e intenso, a depender da percepção de dor de cada bebê e do motivo que esta gerando a dor.

DESCONFORTO – pode ser por calor, frio, algo incomodando como etiqueta de roupinhas, posição ruim no berço ou carrinho. É um choro irritado acompanhado de movimentos corporais diversos.

MANHA – é um choro irritado e, às vezes, exagerado. Aos 9 meses o bebê já é esperto o suficiente para saber que ele manda a “mensagem” através do choro e que os adultos são capazes de entender e atender suas solicitações. Assim, ele aprende que ele pode usar o choro também para conseguir coisas que não precisam ser comunicadas com choro. Um exemplo: você retira algo da mão do bebê que não é adequado para ele brincar, ele chora, e você devolve. Assim, ele vai sempre solicitar as coisas pelo choro, e não vai desenvolver as habilidades de se comunicar de outras formas para desejos controláveis.

SUSTO – é comum o bebê se assustar com atitudes bruscas, barulhos repentinos e altos, por exemplo. Normalmente o choro vem acompanhado de um salto ou tremor, e é um choro intenso ou magoado.

FRALDA SUJA – o bebê se contorce e fica irritado. O choro pode se um resmungo, ou um choro forte se a pele estiver com assadura devido ao contato com fezes e urina.

E aí, vamos decifrar os bebês?!

Casamento rústico Ciele e Thomé

setembro 1, 2017

neste encontro não existe mais o eu

Passa a existir o nós”  Encontro-Oficina G3

Tudo começou com uma amizade, mas com o tempo as coisas acabaram “meio estranhas entre eles”- segundo a noiva Ciele e quando eles perceberam já era amor! Começaram a namorar e depois de um tempo decidiram se casar!

A noiva muito talentosa nos procurou cheia de ideias e itens feitos a mão por ela (centros de mesa, guardanapos, garrafinhas…) nós do Studio Realejo executamos a decoração simples, mas cheia de detalhes DIY e o projeto floral rústico e alegre como os noivos são.

E apesar de previsão de chuva, o entardecer daquele dia foi incrível.

Venha se inspirar com este lindo casamento .

 

 

Fotografia Tati Matias

Amamentar à noite… pra quê?!

agosto 25, 2017

Uma das principais preocupações colocadas na cabeça das futuras e recém-mamães é a respeito das mamadas noturnas. Muitas escutam: “Aproveita para dormir agora, porque quando bebê nascer, acabou!”. Isso parece muito assustador! Mas quando a mãe entende a importância das mamadas noturnas, é possível ser mais paciente com esta fase que traz tantas recompensas a curto e longo prazo ao bebê e à mãe. Vocês vão entender o porquê!

Digamos que as mamadas noturnas significam “acordar agora para dormir bem depois”. A melatonina é o hormônio que regula o nosso sono. Em bebês, este hormônio pode ser produzido de forma irregular, e o bebê pode trocar o dia pela noite, por exemplo. Este hormônio é produzido quando estamos no escuro, e liberado quando fechamos os olhos. E sabe onde encontramos mais melatonina? No leite materno! Principalmente nas mamadas noturnas! Assim, a amamentação a noite supre esta deficiência, ajuda a induzir o sono do bebê e a desenvolver o ciclo de sono dele. O bebê que mama no peito acorda mais para mamar do que aqueles alimentados artificialmente, isso porque a digestão do leite materno é muito mais rápida, e eles acordam mesmo porque estão com fome! Mas em contrapartida, a qualidade do sono do bebê que mama no peito é muito melhor pela presença da melatonina passada a través do leite materno.

Outro hormônio importante para a amamentação é a prolactina, responsável por estimular a produção de leite. As pesquisas tem mostrado que a produção da prolactina também é maior à noite, ou seja, amamentar a noite “mostra” para o organismo que é preciso produzir mais leite para alimentar o bebê, quanto mais você amamenta (ou retira o leite), mais leite você vai produzir. Mães que não amamentam a noite (oferecem fórmula infantil nas mamadas da noite, por exemplo) tendem a ter a produção láctea diminuída e correm o risco de não conseguir suprir as necessidades do bebê.

Já que estamos falando de hormônio, não podemos esquecer o hormônio do crescimento, o GH, que na infância é liberado principalmente durante o sono.

Além de tudo isso, e especialmente sobre a liberação da melatonina, o leite materno noturno também é rico em outras substâncias indutoras do sono e estimuladoras do sistema nervoso central do bebê, como o triptofano. Ou seja, mamar a noite também significa oferecer ao bebê subsídios para um melhor crescimento e desenvolvimento neurológico.

Não que seja fácil acordar às 3h da manhã para amamentar o bebê, mas agora você consegue perceber que tudo isso é parte fundamental para a adaptação, crescimento e desenvolvimento do seu bebê? E o quanto seu leite da noite é especial e único?

E acreditem, apesar de parecer ter benefícios (importantíssimos) apenas para o bebê, estudos têm revelado benefícios para as mães que amamentam a noite também, como diminuição do risco de depressão pós-parto, manutenção natural da produção láctea e, no saldo final, mães que amamentam a noite tem mais horas de sono do que mães que alimentam os bebês com fórmula!

E em longo prazo, estudos tem mostrado também que bebês que mamam à noite podem ter menos risco de distúrbios de humor, previne obesidade na vida adulta e reduz os riscos de desenvolver Alzheimer.

Somado a estes efeitos fisiológicos, é importante saber que o bebê precisa aprender a sua rotina diária, e ter uma rotina é extremamente importante para o bebê desde os primeiros dias de vida. Um bebê sem rotina significa uma criança, um adolescente e um adulto com dificuldade em ter rotina. Crie um “ritual do sono” para o seu bebê. À noite, faça brincadeiras menos agitadas, faça uma leitura, conte histórias ou apenas converse com o bebê! Ouça uma música tranquila e mantenha as luzes baixas na casa. Assim, você vai ajudar o seu bebê a “treinar” o ciclo de sono dele. Outra dica importante: durante as sonecas do dia, deixe a casa funcionando normalmente, com os ruídos e iluminação rotineira; à noite, diminua os ruídos e deixe o ambiente escuro (o máximo possível) para dormir, assim ele vai entender que durante o dia ele tira “sonecas”, e a noite, ele dorme de verdade! Isso também auxilia muito no desenvolvimento do ciclo de sono do bebê e impede que ele troque o dia pela noite.